Você está aqui: Entrada Notícias Projeto sobre criação de cargos na Prefeitura é adiado
Acções do Documento

Projeto sobre criação de cargos na Prefeitura é adiado

22/05/2019 – Também teve votação reagendada a matéria que antecipa para as 17h o início das sessões ordinárias

A proposta de criação de 20 cargos efetivos na administração municipal foi novamente adiada pelo plenário, durante a sessão ordinária da noite de ontem, 21. Encaminhado pelo Executivo, o projeto estabelece 15 cargos para Oficial Administrativo e cinco para Monitor Lúdico, com vencimentos mensais de R$ 2.145,72 e R$ 1.612,11, respectivamente. O assunto volta à discussão em 18 de junho.

Já o projeto que antecipa o horário de início das sessões ordinárias para as 17h teve a discussão reagendada para a próxima reunião, em 4 de junho – na próxima terça-feira, 28, não há ordinária por tratar-se da última terça do mês. A iniciativa de mudança é do vereador Leandro Moreira (PRB), que considera as reuniões pouco atrativas ao cidadão por conta do horário avançado para o qual se estendem as discussões de projetos. Atualmente, a pauta tem as 22h como prazo máximo para início, o que seria antecipado para as 20h com a nova regra.


Retirado

Um dos itens foi retirado de tramitação a pedido do autor. Trata-se da proposta da parlamentar Carla Protetora (PSD) que proibia a comercialização, venda e distribuição do veneno popularmente conhecido como chumbinho. 
 

Músicos

Três dos sete projetos da Ordem do Dia foram aprovados. Um deles, assinado pelo Executivo, é o reajuste de 3,89% na remuneração dos músicos da corporação Musical Municipal “Maestro Antônio Passarelli”. Os valores por apresentação, que hoje variam entre R$ 96,50 e R$ 134,03, passarão a ficar entre R$ 100,25 e R$ 139,24, aplicáveis no período de 12 meses a partir de 1º de maio.

 

Adefib

Também recebeu votação favorável o pedido do Executivo para que o município possa firmar convênio com a Adefib (Associação dos Deficientes Físicos de Birigui), no valor de R$ 24 mil. Disponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde, o recurso deve ser aplicado na promoção de serviços de fisioterapia para reabilitação e inclusão no mercado de trabalho de pessoas com deficiência em situação de dificuldade, para que possam ser integradas às atividades de arrecadação da Zona Azul. 

 

Vias públicas

Já o vereador Leandro Moreira teve aprovada sua proposta de denominação da rua 5 do Conjunto Habitacional Prefeito Francisco Antônio de Lima com o nome de Rua Geraldo Doná. O mesmo documento revoga lei de 2016, na qual a mesma denominação foi dada a uma via do Conjunto Habitacional Vereador Natal Mazucato.

E foi reagendada para a sessão de 4 de junho o projeto do vereador Odair da Monza (PSC) para denominar a via 2 do Residencial Vereador Reginaldo Liessi com o nome de Rua Celcina de Araújo Pereira Lopes. O adiamento foi acatado, uma vez que o parlamentar não estava na reunião. Também não compareceram os vereadores Cesinha Pantarotto (Podemos), Fermino (DEM) e Pastor Reginaldo (PTB).

 

 

Amanda Reis
Assessoria de Imprensa/CMB

 

 

2º Biênio 2019-2020
Vereadores 17ª Legislatura
Sessões Gravadas
Diário Oficial de Birigüi
Ouvidoria Legislativa
WebMail
RH Online
 

Banners Banners Banners