Você está aqui: Entrada Notícias Vadão da Farmácia visita a Central Municipal de Alimentação Escolar
Acções do Documento

Vadão da Farmácia visita a Central Municipal de Alimentação Escolar

Segundo o vereador Vadão da Farmácia, o objetivo da visita na Central Municipal de Alimentação Escolar foi para tirar dúvidas com os nutricionistas sobre os alimentos que podem ser oferecidos às crianças com diabetes.

O vereador Valdemir Frederico, o Vadão da Farmácia, visitou a Central Municipal de Alimentação Escolar, a conhecida Cozinha Piloto de Birigüi. Segundo Vadão, o objetivo da visita foi tirar dúvidas com os nutricionistas sobre os alimentos que podem ser oferecidos às crianças com diabetes.


“Como trabalho em farmácia, muitas pessoas questionam sobre os alimentos que são oferecidos nas escolas de Birigüi. Fui buscar informações para tranqüilizar os pais. Pude observar que o trabalho feito na Central é sério e competente, além de extremamente organizado”, falou o vereador.


Vadão da Farmácia foi recebido pelo diretor da Central, Fernando Bernabé Abrahão, e pela nutricionista Adriana Jorge. “Nosso trabalho visa atender as necessidades básicas das crianças, seguindo o Programa Nacional de Alimentação Escolar, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que tem por objetivo atender as necessidades nutricionais dos alunos durante sua permanência em sala de aula, contribuindo para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem e o rendimento escolar dos estudantes, bem como promover a formação de hábitos alimentares saudáveis. O cardápio oferecido às crianças de Birigüi é balanceado, altamente nutritivo, com alimentos de qualidade”, falou Fernando.


De acordo com o diretor, 70 funcionários trabalham na Central Municipal de Alimentação Escolar: nutricionistas, cozinheiros, auxiliares, padeiros, motoristas, entre outros. A Central atende 44 escolas de Birigüi e oferece 16 mil refeições por dia. “Também produzimos 400 litros/dia de bebida de soja, distribuídos para crianças com intolerância à lactose”, explicou.


Vadão da Farmácia destacou que a alimentação atua diferentemente no crescimento e desenvolvimento da criança, no modo de olhar e sentir, na energia despendida nas atividades e nos exercícios escolares. “A nutrição inadequada é um obstáculo à aprendizagem. A criança má nutrida não pode participar das atividades escolares como deveria se estivesse bem alimentada. A capacidade intelectual é proporcional a uma boa alimentação, uma boa nutrição e a Central de Alimentação de Birigüi oferece essa boa alimentação”, salientou o vereador Vadão.


O vereador disse ainda que uma pesquisa feita no Brasil aponta que a porcentagem de crianças que vão à escola sem um bom café da manhã chega em média a 40%. “E isso não ocorre somente nas classes menos favorecidas. O mau hábito alimentar por falta de informações é muito comum”, completou Vadão, reforçando que se na idade escolar a criança ficar desnutrida, sua capacidade de aprendizagem será reduzida. (TL)


ASSESSORIA DE IMPRENSA DA CÂMARA DE BIRIGÜI

2º Biênio 2019-2020
Vereadores 17ª Legislatura
Sessões Gravadas
Diário Oficial de Birigüi
Ouvidoria Legislativa
WebMail
RH Online
 

Banners Banners Banners